© 2020 by Interábil

interabil@interabil.com.br | interabil.com.br | #Interabil

Buscar
  • Interábil Contabilidade

Passo a passo de como declarar lucros e dividendos na Declaração de IRPF

É sócio de uma empresa, recebeu lucros mas não sabe como declarar? Acompanhe esse passo a passo da #Interábil


Se existe uma grande vantagem tributária em ser sócio de uma empresa no Brasil é o fato dos lucros e dividendos contabilizados serem isentos de imposto de renda pessoa física. Justamente por isso vário profissionais autônomos e profissionais liberais optam por legalizar uma pessoa jurídica.


Abaixo descreveremos o passo a passo para que você informe no programa de imposto de renda os valores recebidos a título de lucro:


PASSO 01 - DECLARAR AS COTAS DE CAPITAL NO ROL DE BENS E DIREITOS


No programa de declaração IRPF clique na opção "Bens e Direitos" (vide imagem abaixo):


Clique em "Novo". Ao abrir a tela denominada "Dados do Bem" preencher conforme dados e imagem abaixo:




- Informação 01 - indica o código do bem, que é 32 para cotas de capital social;

- Informação 02 - indica a descrição do bem. Utilizar exemplo de texto abaixo (personalizando aos dados de sua empresa). OBSERVAÇÃO >> se seu Contrato Social não indicar a quantidade cotas basta dividir o valor total das cotas por R$ 1,00.

- Informação 03 - indica valor do bem, ou seja, o valor do capital social que o contribuinte detém.


PASSO 02 - ESCOLHER O TIPO DE LUCRO QUE SERÁ INFORMADO


Se você é cliente da Interábil receberá anualmente um documento chamado INFORME DE RENDIMENTOS que discrimina no campo " 4. RENDIMENTOS ISENTOS E NÃO TRIBUTÁVEIS" o valor que deve ser informado à Receita Federal a título de lucros e dividendos.


01 - No programa de declaração IRPF clique na opção "Rendimentos Isentos e Não Tributáveis" (vide imagem abaixo):


02 - Clique na opção "09 Lucros e dividendos recebidos"


PASSO 03 - INSERIR AS INFORMAÇÕES NO PROGRAMA

Preencher o quadro de rendimentos (vide opção 02 da imagem) da seguinte forma:


- Tipo de Beneficiário: optar por "Titular" (obs.: caso sejam declarado também lucros de dependentes deve ser feito um quadro para cada empresa, na opção "Dependente");

- Beneficiário: indicar nome do contribuinte (quem está fazendo a Declaração);

- CNPJ da Fonte Pagadora: indicar CNPJ da empresa da qual é sócio;

- Nome da Fonte Pagadora: Razão Social da empresa da qual é sócio (inserir o nome da sua empresa);

- Valor: indicar valor do lucro no ano (ver no Informe de Rendimentos que será enviado pela INTERÁBIL se você for cliente).



Qualquer dúvida estamos a disposição em comercial@interabil.com.br

40 visualizações